quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Mighty Morphin
Power Rangers:
The Fighting Edition
(Super Nintendo)


Acharam que iriam se livrar de mi-IM?

Ah-ha! Peguei vocês!

Confesso que andei abusando... dei mais que poodle no cio.

Mas agora, eu tô bem... E não venha me dizer...

...que a Celine tomou o meu luga-AR!

Aquela canadense tem que ir naufragar no ma-AR!

E nesse clima de levanta, sacode a poeira e dá a voltapor cima com a Whitney que falarei sobre uma de minhas paixões da infância. Paixão, sim. Mais um sim. Por quê? Qual o problema? Fui uma criança apaixonada, e daí?

Eu tinha fixação pelos Power Rangers. Sério.

Era alucinado pelo grupo de 5 heróis adolescentes coloridos com atuação -1. Acompanhei todas as temporadas até eles irem para a galáxia perdida e perderem toda a essência. A coisa é tão forte que sem muito esforço consigo lembrar do nome e do rosto de praticamente todos os rangers. Medo.

Enfim, o objetivo hoje é mostrar a você um mundo além de Street Fighter e Mortal Kombat, falando sobre um dos melhores jogos de luta de todos os tempos.

Mais um de meus vícios.


Não sei quantas tardes já passei jogando Mighty Morphin Power Rangers: The Fighting Edition ou simplesmente, Power Rangers Robô. No bar que costumava ir com meu primo havia dois super nintendos com aquelas bancadas de fliperama com um contador de tempo vermelho no meio.

Quem se lembra?

E um dos nossos passatempos preferidos, era disputar inúmeras partidas desse game espetacular. Praticamente não jogávamos o modo história, mas o modo versus era jogado a exaustão. Em algumas vezes havia 'de-foras' como no fliperama. Posso estar exagerando, mas a sensação era essa.


Pelo que eu disse antes, você pode perceber que o 'story mode' é uma broxice sem fim, né? De verdade, as limitações são muitas e um tanto quanto sem sentido. Odeio repressão. E prometo ser breve nessa parte.

Para começar, apenas dois megazords estão disponíveis: Thunder Megazord e Mega Tigerzord; liderados pelos rangers vermelho e branco respectivamente. Com certeza, foi pobreza de espírito da produção que não quis fazer animações de montagem para todos os megazords. Uóh!

Aliás, as animações são as únicas coisas interessantes dessas partidas. Principalmente quando derrotamos um dos monstros e somos agraciados com uma sequência belíssima do megazord fazendo a Kamen Raider e explodindo o feioso com um peido.

Um luxo no lixo!

No geral, a coisa corre como qualquer outro 'story mode'. Escolhe-se o lutador e enfrentam-se todos os outros em uma ordem específica até chegar ao último chefe. Nenhuma novidade. Um saco.

Foi tanta preguiça que enfrenta-se os outros megazords.

Como assim?

Se era para enfrentá-los, eles deveriam estar disponíveis para a escolha.

Não é?

Ah... tô nervosa!

Sai pra lá... quem gosta de história é quem dá o golpe do baú.

Bem Honesta!

Bora pro versus.


E é aqui que a coisa toda acontece.

8 personagens estão disponíveis e 1 personagem secreto (X + Y + Start, na tela de seleção), totalizando 9 personagens. Divididos em 2 grupos, 4 megazords, 4 monstros e um chefão secreto. Há a possibilidade de dois players escolherem o mesmo personagem, coisa que SFII só deixava com cheat, mas tudo bem.

O trunfo está na diversidade dos lutadores. Cada um possui características únicas e habilidades distintas, distribuídas de forma muito equilibrada. E isso deixa a disputa muito mais divertida, pois raramente a escolha do personagem definirá a partida. Ou seja, a habilidade do jogador, realmente conta mais por aqui.

São eles: Thunder Megazord, Mega Tigerzord, Ninja Megazord, Shogun Megazord, Lipsyncher, Goldar, Lord Zedd, Silver Horns e Ivan Oose.

Thunder Megazord: Seus golpes são claramente inspirados em Ken e Ryu, mas com uma pegada ninja. Por ser um dos principais, nada mais certo do que deixá-lo com uma jogabilidade mais familiar.

Mega Tigerzord: Golpes muito originais. Mesmo hoje em dia nunca vi um jogo de luta com algum personagem com movimentos parecidos com os seus. Originalidade impressionante.

Ninja Megazord: Esse é aquele personagem mais rápido e mais fraco que os outros. Seus movimentos remetem aos ninjas e sua pose de batalha é uma das mais legais. É meu lutador favorito, principalmente, por lutar maquiado... alguém mais reparou que ele está sempre de batom?

Shogun Megazord: Esse é aquele personagem mais forte e mais lento que os outros e consequentemente mais sizudo e mais sexy. Shogun tem alto defesa e sua resistência é altíssima. Seus movimentos são basicamente de contra-ataque. Diz a lenda que possui um combo 100%... peraí... Algúem se lembra desse megazord na série?


Lipsyncher: Minha querida Batonzilda tem um quê de Cammy, perceberam? Não sei se é o corpo, as roupas ou os golpes parecidos. É uma participação feminina de peso, sexy e bonita. Seus movimentos são rápidos e graciosos. Uma diva!

Goldar: Ele não tem cara daqueles empregados que estão fora do padrão de beleza, mas são charmosos e que dormem com seus o patrões? Sempre pensei nisso. É um personagem equilibrado, com alguns golpes da escola Ryu de games de luta, mas com um detalhe interessante: Goldar pode voar. Embora passe a maior parte da série capado, aqui ele é apresentado de posse de suas asas douradas. Voa Viadinho!

Lord Zedd: Esse é o vilão gostosão. Sério. Que corpo é esse? Uma loucura. Queria saber como é o rosto dele por trás da máscara. Seus movimentos são os mais interessantes e estratégicos, pois Zedd pode se teletransportar em diversas direções. O mais difícil de dominar, mas o mais divertido de aprender.

Silver Horns: Preenche a vaga da diversidade. Não que seja um problema, mas alguma coisa parece errada com esse monstro. De qualquer forma, seus movimentos são muito eficientes quando usados de forma adequada. É um monstro fazendo seu papel de forma literal e sem muita conversa.

Ivan Oose: O chefão apelão. Não possui defesa, nem especial, mas seus golpes podem ser feitos com apenas um botão. Não há muita graça em jogar com ele. O legal mesmo é escolhê-lo sem que o adversário saiba e dar uma surra gratuita para descontrair. Sou dessas!


Feitas as devidas apresentações, vamos as questões importantes.

- Em primeiro lugar, não é 'versus mode' e sim 'Fighting Mode'.

- Em segundo lugar, o game tem especiais. Pense em quantos games de luta para Super Nintendo tem golpes super especiais. Viu? Quase nenhum. Só por isso MMPRFE já está há milhares de anos à frente de seu tempo.

Para executar o especial é preciso carregar a barra colorida localizada abaixo da barra de energia até que fique em trovão. Para isso é preciso executar um movimento no momento exato que a barra se encher, pode ser uma magia ou qualquer outro golpe especial.

Depois é só fazer o clássico duas magias com dois botões e curtir a belíssima animação com direito a muitos efeitos de transparência pirotécnica. Ahhhhh! Um Arraso!

- Em terceiro lugar: Combos. Sei que todo mundo acha os rostos dos personagens em cima das barras de energia uma beleza de detalhe, não é verdade? Mas retirá-los da tela pode ser muito recompensador.


Na tela de opções, há uma opção (sério?) para desativar a exibição dos rostos. O que significa que os combos serão registrados e mostrados na tela. O quê? Não é grande coisa? Tá Lôka Veado?

Pense em porque Killer Instinct é legal... Então... É só porque tem um contador de hits. Garanto que você achará o máximo fazer combos de mais de 50 hits. Pódisclê!

Em quarto lugar: Variedade de movimentos. Cada um dos botões do controle executa um golpe diferente com um nível de força diferente, mais ou menos como Samurai Showdown.

Adorei a contagem ordinal.

E não se preocupe, se esses quatro motivos ainda não foram suficientes para fazer com que você gaste uma tarde inteira de domingo jogando Power Rangers Robô, eu não sou fraca.


Além de tudo isso, tem mais.

Para compensar a falta de um mod0 história mais criativo, alguém teve a brilhante idéia de colocar um Trial Mode nessa bagaça. E pode acreditar, é divertido, desafiador e inspirador.

Basicamente, escolhe-se um personagem e enfrenta-se cada lutador em ordem aleatória, mas com apenas uma energia. O objetivo é saber quantas lutas você é capaz de vencer com apenas uma vida. Claro que a energia enche um pouquinho entre as lutas e o nível dos adversários vai aumentando, mas o desafio é grande.

É uma excelente forma de disputar em modo single player.

Finalizando, uma lenda. Não sei como faz, creio que seja trocando o nível de dificuldade, mas não tenho certeza. Uma vez, aluguei esse cartucho e ao jogar, todos os movimentos eram executados com apenas um botão, assim como jogando com Ivan Ooze. Nunca mais consegui repetir o truque. Se alguém descobrir, me conte por favor. #dicofika

Como nada é perfeito, a trilha sonora não acompanha o nível dos gráficos. Daí, prepare-se para ouvir apenas umas três músicas diferentes entre as batalhas. Nada que atrapalhe, já que são músicas inspiradas na trilha da séria, mas faltou capricho nessa parte. É apenas um defeito para deixar as coisas reais.

Mighty Morphin Power Rangers: Fighting Edition

Produtora: Bandai
Gênero: Luta
Ano: 1995
Console: Snes

NOTA: A+
Power Rangers Robô... Do it like a brother... Do it like a dude... Grab my crotch, wear my hat low like you!

39 comentários:

  1. Que isso também sou um fã de Power Rangers de carterinha. Apesar de ter visto um pouco a mais que você( vi até os PW alguma coisa do tempo) mas também concordo que a série desandou depois de Galáxia Perdida.
     
    Sempre achei que só existia a versão de Mega Drive ( me enganei) e pelo que a fraca memória lembra tinha algumas limitações. Só depois de muito tempo fui descobrir que se tratava de um port pirata para o MD. O que não é diferente é que a grande atração do jogo é o multiplayer. Agora ficava admirado mesmo com esse jogo, pois podia jogar com o Goldar e o LORD ZED!HOLY SHIT! Eram os vilões!
    Tinha uns 5 ou 7 anos na época que via Power Rangers e fazia minha vó procura nos camelos o Bonecos de Ação do Lord Zed ou Goldar, pois quando ganhei um dos Power Rangers eu vi na capa que eram fabricados os vilões também e eles eram os mais legais. Provalvemente por isso ganhei a fita desse jogo( uma das primeiras) e desde então parei de pertubar porque já tinha como jogar com os vilões.

    Poxa não sabia que tinha como desbloquer o chefão. É a limitação que falei deve ser de não haver animação(provavelmente isso).

    O Megazord que você falou não lembrar tem na série original sim, aparece na terceira temporada quando eles começam a imitar Joe Musashi(Shinobi). Essa temporada é introduzida com aquele filme que passa na Sessão da Tarde.

    Outro dia encontrei na casa da minha vó no meio de um monte de caixas velhas essa versão pirata do cartucho de Power Rangers e um cartucho de Flistones. Bons Tempos!

    ResponderExcluir
  2. No Super Nintendo, esse foi o jogo de Power Rangers que eu menos joguei. Apesar dele lembrar bastante um dos melhores jogos de luta com robôs do SNES (Gundam Wing: Endless Duel) ele não tinha muitos golpes e acabava enjoando rapidinho. Até aquele joguinho de Kart eu joguei mais!

    Mas vamos aos méritos: pelo menos a Bandai foi criativa o suficiente pra explorar a franquia de formas diferentes e não só ficar fazendo beat 'em ups, então ponto pra eles pela variedade dos jogos mas infelizmente esse ai é bom mas enjoa rápido (na minha opinião).

    ResponderExcluir
  3. vamos a algumas explicações (que eu gosto, mas muitos acham massante).
    Todos sabem que Power Rangers é a versão americana de seriados japoneses, os Tokusatsus.
    a primeira temporada foi 100% feita em cima de Zyuuranger (lê-se jyu, mas não sei pq escreve zyu lol). Já a segunda, foi 99% feita nos eua, eles continuando com as roupas de zyuranger com a adição do Tiger Ranger... que é o 6º entregante Dairanger, o sentai do ano seguinte no japão.

    Então os "zords" foram adaptados a dragão, unicórnio, leão, águia e algum outro que não lembro, que formavam o "Zord" japonês. O tigre branco tinha seu próprio zord...
    Aí colocamos 2 zords nesse jogo.

    A 3ª temporada de Power Rangers foi mais da segunda com 10 episódios da mudança de Power Rangers pra Power Rangers Zeo, já que estava acabando as partes japonesas que poderiam pegar, então fizeram os "alien rangers" nesse tempo, que eles tinham poder ninja (ótima idéia não?), que eram os Kakurangers, no Japão.
    Com isso, esses dois zords que nunca ninguém ouviu falar por aqui são dessa série, que a Saban não adaptou... e foi isso! =)

    Ah, o movie é 100% americano... dá pra notar isso na qualidade tosca das roupas e coisas... hehehehe os movies japoneses são diferentes =)

    Voltando ao jogo...
    Joguei muito esse aí! Alugava sempre esse, até aparecer Gudam e Yuyu Hakusho Final na locadora perto de casa =D

    ResponderExcluir
  4. Tem um jogo de Power Rangers pra Mega Drive inspirado na primeira temporada (pra mim a única que presta) que eu juro um dia colocar no meu Museum dos Games! Podem cobrar!

    ResponderExcluir
  5. Cheguei a ver alguns poucos episódios desse que falava do tempo. Era um que tinha um cara com o cabelo verde e a principal era a rosa?
    ...
    Preciso conferir esse port pirata. Parece que é mais famoso que o original... todo mundo só fala nele.
    ...
    Nunca tive um boneco desse que trocavam a cabeça... Aff. Ficava revoltado que não ganhava nada. E ainda corria o risco de ganhar um Ranger roxo ou laranjado por engano.
    ...
    Ivan Oose Rules!
    ...
    Eu vi o Shogun na série, só queria saber se mais alguém lembrava. E me lembro da época dos Shinobis também. Era como se fosse uma meia morfagem... era os Ninjetes. E depois morfavam de verdade.
    ...
    Adoro o filme!
    Aluguei mil vezes, já vi mil vezes... Adoro!
    ...
    Guarde-o em lugar seguro ou doe pro Gagá, por via das dúvidas.

    ResponderExcluir
  6. Eu joguei muito aquele de andar e bater baseado no filme. Adorava! Mas nunca cheguei a jogar o Zeo de corrida de moto... esse de kart é o mesmo?
    ...
    Gundam Wing: Endless Duel é maravilhoso! Lindo! E no mesmo estilo dos Power Rangers, mas nunca consegui aprender a jogar direito. Por isso prefiro os PR... quem sabe com um pouco de treino eu não aprendo. Os combos são muito estranhos e a variedade de golpes é imensa; e como não tinha com quem jogar no emulador, acabei ficando ruim. E de PRFE eu não enjoo nunca. Jamais!
    ...
    A Bandai soube aproveitar a franquia no videogame e não passar só vergonha, além de produzir bons jogos no caminho. Coisa Rara.

    ResponderExcluir
  7. Tenho curiosidade de ver a série japonesa, mas acho que vou estranhar muito. Eu gostava do climinha malhação ridículo da série americana.
    ...
    Lembro bem dos Aliens Rangers... Não duraram muito mesmo. Achava a parte dos ninjas muito legal... deveriam ter mantido por mais tempo. Os Zeo que mudavam de cabeça? Achava um luxo cada um ter sua própria cabeça de MegaZord....
    Eu gosto do filme e das roupas brilhantes. 
    Coisa de criança. Existem filmes japoneses?
    ...
    Yuyu Batalha Final só serve para fazer as animações ao fim da batalha... bom mesmo é o do Torneio com lutas em anime.

    ResponderExcluir
  8. Já cobrei... só não esquece de avisar, porque acho que já joguei esse negócio. Preciso que você refresque minha memória. Ok?

    ResponderExcluir
  9. todo sentai tem pelo menos 1 filme... a maioria tem 2! =D

    jogo de luta bom do yuyu hakusho é o 2 do mega drive! baixe a rom! nos encontros aqui, jogamos de 4 players! sensacional!!! =D

    ResponderExcluir
  10. Sentai?
    Quer dizer temporada?
    Será que existem legendados?
    ...
    Já ouvi falar desse jogo e está na minha lista para jogar antes de morrer, mas quero a versão de SEGA CD que não sei se é o mesmo jogo, mas parece MARAVILHOSA!
    ...
    De 4 é sempre melhor, né?

    ResponderExcluir
  11. então, sentai é o grupo de cinco! xD
    é que no japão não tem "temporadas". Cada série dura um ano e no próximo vem um heroi diferente. Por isso a partir de Lost Galaxy até Samurai (a presente nos EUA, episódio 20 acho), não tem conexão, exceto qdo eles fazem um remember, pq não era para ser sequencial, ou continuar os mesmos personagens... pq muda tudo!
    A história do zyuuranger é sobre dinossauros, acaba qdo eles derrotam a Bandora (Rita Repulsa por aqui). No Dairanger, já é diferente, e usa a cultura chinesa... outros atores, golpes, etc, etc, etc... :D

    procura no tokusatus.com.br ou pelo fórum tokubrasil =)

    o Gokaiger, que passa atualmente no japão (e vi ontem o episódio que saiu sábado no japão - ep.29)., comemora o 35º super sentai (nos EUA será como 20, acho!) e eles podem se transformar nos sentais anteriores... é muiito bom!!! Eles só faltam se transformar nos Changeman, pq todo o resto já foi! hahahaha

    Qdo eles se transformam no Zyuuranger, foi a primeira vez que vi os originais e as "armas do poder" virarm "armas dos animais"... digo, o contrário (armas de animais viraram armas do poder na versão MMPR).... foi estranho ver, mas achei legal, pq eles faem a "bazooka" :D

    Isso é um comentário pequeno, mas eu gosto de power rangers. Tenho as 3 temporadas sem legenda em casa :D
    procurei a Zeo, mas não achei.....

    queria ver o final da no espaço, que acabei não vendo...... =(

    ResponderExcluir
  12. Power Rangers é MARA! Assisti toda a primeira temporada na Globo, gostava do Ranger Vermelho e minha amiga colocou o nome da gata dela de Trini. Eu achava a ranger rosa bonita e queria ser ela, massssss eu não gostava da cor rosa, logo me restava ser a ranger amarela mesmo (olha o que o preconceito faz com as pessoas) enfim ... coisa de gente loka , né?!

    Então... falando do game M.M. Power Ranger: The Fighting Edition... eita joguinho decepcionante, a jogabilidade é tão pesada qdo um robô de verdade!!

    No mais... não importa o qto vc demore pra postar, sempre vem coisa boa!!

    Arrasa.

    ResponderExcluir
  13. Gosta de escolher o Ivan Ooze pra pegar os(as) amigos(as) de surpresa? Tu é cruel.

    ResponderExcluir
  14. Ai brigado! Não podia morrer sem saber o que era SENTAI. Valeu mesmo.
    ...
    Não sabia que a intenção era mudar tudo. Quer dizer que nos EUA é que eles se esforçavam para manter a continuidade, né?
    ...
    Tokus?
    Ok... anotado.
    ...
    Se transformar em todos? Então a história se baseia nesse flashback... a intenção é ter acesso aos poderes de todos os rangers... é isso? Parece interessante... e melhor do que acompanhar todas as temporadas japoneses... esse "crossover" para mais acessível.
    ...
    "mas eu gosto de power rangers."Sério?
    Se você não falasse, eu nunca perceberia.
    ...
    Eu gosto da saga Zeo, muito boa.
    ...
    Como assim não viu a do Espaço? É uma das melhores... como o melhor desfecho e praticamente encerra a série americana. 

    Quer que eu te conte o final? 
    É surpreendente!

    Uma das melhores frases do mundo, são do Zene, o ranger vermelho, nos últimos episódios:

    "Um já foi... só falta 1 milhão"

    Você precisa ver.

    ResponderExcluir
  15. Entendo seu problema com cores. Compactuo. Eu nunca gostava dos ranger vermelhos... mas assim que eles se tornavam outro ranger, me apaixonava por eles na mesmo hora... quase que instantaneamente.

    Uma vez uma mulher falou no Fantástico que o nome da filha dela era Kimberly porque ela gostava de Power Rangers... Um Luxo!
    ...
    Decepcionante? Como assim? Dê uma chance a ele. A jogabilidade é bem fluída quando se pega o jeito da coisa... eles tem até corridinha com 2 toques para frente, coisa rara. Faça um novo teste... vale a pena.
    ...
    Que bom que você gostou. 
    Fico feliz.

    Acho um luxo quando consigo voltar "por cima" depois de um período parado.

    Não sei você, mas eu Arraso!
    Desculpa.

    ResponderExcluir
  16. Garanto que vc vai ser o primeiro a saber. Aguarde e confie!

    ResponderExcluir
  17. Jogava muito esse jogo. Adorava a ideia de controlar um robô gigante que causava mais dano do que os próprios monstros!

    Mas o melhor super sentai de todos, todos, TODOS, ainda é o Esquadrão Relâmpago Changeman!

    Fico imaginando como seria o Bazoo feito com tecnologia atual,  mostrando as tripas! Totalmente gore! :D

    ResponderExcluir
  18. Power Rangers me ajudou a definir meu código de moral. Pode parecer (tá, é) ridículo, mas sei que seguia as lições dos rangers com fidelidade na infância. Tinha pesadelos com os inimigos da série e tudo mais. O ex-marido da minha tia, que não me via desde que eu tinha uns 4 anos quando nos revemos ele falou: "Ah, você era o sobrinho que só falava de Power Rangers." Eu era tão chato com isso que o mordedor de quando meu irmão era bebê era um Power Ranger rosa de borracha! Adoro os jogos da série, mas por ter um Mega Drive fiquei só jogava na casa de amigos. E aí iamos mais por multiplayer mesmo. Pra ser sincero jogávamos mais o Mighty Morphing Power Rangers e o The Movie, mas de vez em quando partíamos pra pancada versus no Fighting Edition também, e era muito divertido. Os gráficos são muito belos mesmo. Seu texto me trouxe boas memórias :D

    Não sei se vc já viu este vídeo:
    http://www.youtube.com/watch?v=gCJ8cixpa5s&feature=player_detailpage#t=52s

    Tem um episódio de um Power Ranger mais recente com um time só de Power Rangers vermelhos, é muito foda :D Não achei no youtube, depois vou procurar melhor.

    ResponderExcluir
  19. O Ninja Megazord é meu personagem favorito!

    Caramba, tinha esquecido completamente desse jogo! Só lembrava do jogo do filme, que era um platformer normal e dava pra jogar com o Ranger Branco.

    Parafraseando você, titia: "arrasou no postamento". =P

    ResponderExcluir
  20. Nunca joguei, mas vou jogar pela Lipsyncher gostosa *-*

    ResponderExcluir
  21. Ah, eu lembro desse jogo... e também lembro dos SNES com bancada de fliperama e contador de tempo, hwa hwa hwa. Mas foi um jogo que não me gradou muito não, até porque eu conheci ele junto com Gundam Wing - Endless Duel que coloca qualquer outro jogo de luta com robôs do SNES no chinelo, na minha humilde opnião, he he he.

    ResponderExcluir
  22. To junto com o tio aqui. Dengeki Sentai, CHANGEMAN! (cantei tanto essa música já.... hehehe)

    Ah, se fala sêntái, não sentaí... só pra constar xD

    Eu sei o final do espaço, e que todo o esforço e a explosão do Zordon foi em vão, pq teve mais trocentos vilões depois xD

    eu só não assisti... hehehehe era que nem sailor moon S.... era a fase que eu mais gostava (pq tem a Sailor Uranus) mas nunca tinha visto inteira... até uns meses atrás =)

    Gokaiger não é um resumão, eles só tem os poderes e de vez em quando aparece um personagem de um sentai anterior para dar mais poder pra eles.... isso é o legal da série (estão cotando o change dragon, a yellow flash em breve *.*).

    Eu também não sabia que nos EUA que forçavam a continuidade.... só fui descobrir pouco tempo atrás qdo li no wikipedia! hahahaha li tudo no wikipedia, o novo google! =D

    ResponderExcluir
  23.  Eu joguei muito pouco esse jogo, mas lembro que era febre na época, muito se deve por causa do sucesso do seriado na TV, tudo que passa na TV faz sucesso, a diferença é que esse jogo dos Powers Rangers é realmente consistente e bom.

    Excelente postagem

    ResponderExcluir
  24. Changeman eu assiste muito pouco quando voltou a passar na Manchete por um tempo e depois acho que vi num desses canais estranhos, tipo CNT. Eu adorava a idéia do preto ser um Grifo... Adoro Grifos!

    E também tinha uma revista em quadrinhos dos ChangeMan perdida na minha casa, mas era só uma... daí nunca consegui saber o fim da história. Pena.

    Esses monstros com alta tecnologia seriam um Luxo! Apesar de tirar a nostalgia trash, seria muito legal de ver.

    ResponderExcluir
  25. Pensei nisso mesmo, não em um resumão. Adorova as participações especiais dos rangers antigos, logo Gokaiger parece apetitoso.

    Compatibilizo muito com essa história de Sailor Moon... nunca consegui ver a série toda e sou apaixonado pelas outras sailors como Neptune e Uranus. Acho que tenho que planejar minha biblioteca de animes antigos para ver nos próximos 10 anos. Valeu pela lembrança!

    Wikipédia é a nova mãe, daquelas " pergunta sua mãeo, meninu!"

    ResponderExcluir
  26. Eu era mais ou menos assim com os Power Rangers. Ficava puto quando alguém que não sabia de nada dava opinões e achava que a Kimberly era a ranger rosa em todas as temporadas. E com Pokémon era pior, cheguei a acreditar que pokémons seriam matéria de biologia na escola. Sério.

    Sempre alternei entre Fighting Edition e The Movie, dependia do humor. Ambos são divertidíssimos!

    Assisti aos vídeos e achei um luxo essa zaga de rangers correndo e quebrando tudo! Ótimo!

    E fiquei curioso para ver o vídeo de todas as morfagens, mas o Miss Universo começou e tive que fechar o vídeo. Verei depois com certeza!

    ResponderExcluir
  27. O Ninja é um um luxo... viajava na ginga parada dele. E ainda acho a voadora que ele tem no ar um dos golpes mais legais de todos os tempos!

    Adoro ser Parafraseado!
    Arrasô!

    ResponderExcluir
  28. Lipsyncher é um Diva!

    Aliás, já entrevistei ela aqui no GLStoque.

    Dá uma olhada:

    http://www.glstoque.com.br/2010/08/annets-talk-show-lypsyncher.html

    ResponderExcluir
  29. Compatibilizo de sua humilde opinião:

    Gundam Wing é um sonho de jogo, não é verdade!? Gráficos, jogabilidade e tudo mais de maravilhoso que se pode querer em um jogo de luta com robôs. Pena que nunca aprendi a jogar tão bem, mas um dia resolvo isso.

    ResponderExcluir
  30. É, você é um daqueles que não gostava dos Pólorangis... Herege!

    Televisão é um vírus sugador de almas, mas o jogo é bom de verdade. Muito mesmo.

    Valeu pelo 'Excelente'!
    Titia Arrasa Nem!

    ResponderExcluir
  31. Uia, temos alguns gostos parecidos... Hehehehehe sailor moon s eu quis ver dublado.... A Stars eu já vi umas 10 x legendado em inglês.... A supers vi uma vez legendado e a R vi uma vez dublado.... A clássica vi varias qdo passou. A S é a melhor... Só faltou um beijão da uranus com a neptune... #MOMENTOFAPFAPFAP xD

    Eu to vendo tb o Special Police Dekarenger q é o PR S.P.D. To gostando mais q SPD! =D

    ResponderExcluir
  32. Temos sim... e são bons gostos, né?

    Meu sonho era assistir Sailor Moon depois da série básica. Tem até o RPG de Sailor Moon do SNES que preciso terminar por questão de honra. Perdi o save quando joguei.Elas não se beijam... paia hein? Ainda tiha uma esperança.Acho que cheguei a ver alguma coisa desse SPD. Posso estar viajando, nas sei lá.

    ResponderExcluir
  33. Tá lá no blog titia! http://t.co/UxA3rqMH. Depois vc diz o que achou ok?

    ResponderExcluir
  34. Aqui vem Davi Mendes!
    Ai, Power Rangers...
    Eu apelava muito contra o meu irmão usando o pulo duplo da Lipsyncher com espada...XD
    Aquele dia que eu dei 25 hits com o especial do Zedd... (sério?) XD
    Fazia bolha no meu polegar jogando aquilo... XD
    Esse jogo é muito bom!
    Velhos tempos...
    Tsc... só invento e-mail para postar isso aqui...

    ResponderExcluir
  35. Eu fazia bolhas na palma da mão jogando no buteco com manete de fliperama... era muito bom.

    Quem é Davi Mendes?

    Os hits elevam a experiência a outro nível, não é?

    "Tsc... só invento e-mail para postar isso aqui..."

    Me senti muito prestigiado agora... VALEU MESMO!

    ResponderExcluir

LINKWITHIN

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...